Antonio Marcos é o único gestor com contas rejeitadas na região

0
336
Fiel da balança, TCE tem deixado muito político com dor de cabeça no Rio de Janeiro (Foto: Jornal Hora H).

Na sessão plenária da última quinta-feira (05), os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) aprovaram pareceres prévios favoráveis às contas dos municípios de Saquarema, Rio das Ostras e Iguaba Grande, durante o ano de 2016.

Com a divulgação do resultado nos municípios vizinhos, a situação fica ainda mais constrangedora para o ex-prefeito de Casimiro de Abreu, Antônio Marcos, único a ter suas contas reprovadas pelo TCE e que terá seu destino selado na próxima quarta-feira (11), quando a Câmara Municipal irá votar se acata ou não o parecer prévio do tribunal que rejeitou a conduta do antigo mandatário à frente do município no último ano de seu segundo governo.

A proximidade do “dia D” tem mexido com os nervos de Antonio, que vem tentando, através de reuniões em seu sítio, impedir que sua inelegibilidade seja confirmada pelos vereadores. E não é para menos: para tentar “convencer” os edis, o ex-mandatário terá que explicar o acúmulo de duas irregularidades, 15 impropriedades e 17 determinações cometidas durante o ano de 2016, além de um déficit de R$18 milhões deixado nos cofres de Casimiro. Haja argumentação.

Comentários