Polícia procura por suspeito de fazer 11 “gatos” de água em Cabo Frio

0
200

A empresa Prolagos, que cuida do abastecimento de água no município de Cabo Frio, perdeu a paciência com um de seus “clientes” e resolveu acionar a polícia. O motivo? Mais de dez “gatos” realizados pelo sujeito, que está desaparecido.

A residência fica na Rua José de Dome, em Palmeiras, Cabo Frio. Segundo apurou o G1, o homem está com o fornecimento de água cortado e se utilizado do “gato” para resolver o problema. Foram 11 vezes praticando o ato ilícito.

Caso seja encontrado, o suspeito deverá ser enquadrado no artigo 155 do Código Penal, que prevê punição aqueles que cometerem furtos. A pena varia de 1 a 4 anos de reclusão.

A Prolagos deixou claro que “ligações clandestinas ou irregulares trazem prejuízos a todos, pois podem contaminar a água na rede de abastecimento, trazendo riscos à saúde, além de diminuir a pressão nas tubulações, prejudicando o abastecimento de vizinhos”.

Comentários