Vereador Dr. Adriano compartilha post preconceituoso sobre a árvore de natal de Casimiro de Abreu

0
3324
Material reciclável está sendo utilizado na decoração natalina do município (Foto: Prefeitura de Casimiro de Abreu).

Na noite desta quinta-feira, o vereador de oposição Dr. Adriano compartilhou, em suas redes sociais, uma publicação com conteúdo elitista e preconceituoso a respeito da árvore de natal que está sendo montada em Casimiro de Abreu.

Na postagem, a decoração, visivelmente incompleta, é chamada de “patética”, “ridícula” e “vergonhosa”, além de outros adjetivos depreciativos.

Vereador Adriano Lima compartilhou, em seu perfil pessoal, postagem preconceituosa sobre árvore feita com material reciclável.

É possível que o parlamentar ande sentindo falta das antigas árvores da gestão passada. Em 2014, por exemplo, o ex-prefeito Antonio Marcos gastou a quantia de R$680 mil de dinheiro público para montar uma árvore à altura do gosto dos edis mais exigentes. Coincidência ou não, depois de desembolsar mais de meio milhão de reais de decoração naquela oportunidade, Casimiro ficou sem árvore de natal durante os dois últimos e agonizantes anos do segundo mandato de Antonio.

Mestre Tutti, o criador do Natal Ecológico
Residente do bairro do Arroz, no distrito de Barra de São João, Mestre Tutti é o responsável pela ideia da decoração de natal com material reciclável no município. O idoso tem o hábito de sair com o seu barquinho para recolher o lixo no Rio São João. De forma independente e muito simples, faz um trabalho ambiental e educacional.

Em solo firme, Tutti constrói pontos de recolhimento de lixo com placas educacionais por todo o segundo distrito. O artesanato sustentável faz parte de sua vida: no quintal de casa, é possível vermos as diversas criações do artista, todas feitas com material reutilizado, de coisas que as pessoas jogam no Rio. Uma decoração pensada por um senhor simples, mas disposto a ajudar a comunidade e o planeta

Sob a batuta de Tutti, Casimiro de Abreu espalha por suas praças uma nova concepção de espírito natalino. Em vez de verbas suntuosas de dinheiro público, apostou-se em material reciclável e valorização do artesanato local.

Ecologia, sustentabilidade, responsabilidade com o dinheiro do contribuinte… Nada disso parece importar para Dr. Adriano, que demonstrou, mais uma vez, não entender o real dever de uma oposição. Humilhar o trabalho de um artesão humilde, destilar preconceito e compartilhar opiniões elitistas sobre uma peça de decoração que ainda nem está pronta: é esse o papel de um vereador?

Comentários