Paulo Dames põe fim a ciclo de desperdícios e conclui obras da administração passada

0
1658
Ginásio Poliesportivo de Barra foi propositalmente abandonado pela gestão de Antonio Marcos. (Foto: Prefeitura de Casimiro de Abreu)

A expressão “terra arrasada” teve origem na China e se refere à prática de queimar as colheitas para negar ao inimigo fontes de alimento, abrigo, transportes, comunicações e recursos industriais durante as guerras. Embora não viva uma situação de conflito, o município de Casimiro de Abreu sofreu, por muito tempo, com um revezamento de administrações que faziam questão de “queimar” tudo o que fora feito pela gestão anterior, num processo de autossabotagem da própria cidade e de sua população.

O prefeito Paulo Dames se manifestou a respeito do tema na última terça-feira. Segundo publicação em sua página no facebook, não há mais espaço para picuinhas políticas em Casimiro e, caso a gestão atual ache pertinente e benéfico para os moradores, terminará as obras deixadas pela administração anterior.

Paulo Dames se manifestou via redes sociais a respeito do tema da política de “terra arrasada”. (Foto: Facebook)

Na última segunda-feira, militantes e partidários de Antonio Marcos criticaram a reinauguração da praça do bairro Santa Irene feita por Dames. Segundo os opositores, como a obra foi iniciada na gestão de Antonio, não deveria ter sido continuada pelo atual prefeito, pois ele estaria se aproveitando do fato para se promover. Ou seja, defendem que o dinheiro público do contribuinte deve ser jogado na lata do lixo.

Segundo Paulo Dames, a população de Casimiro de Abreu já sofreu demais com os prejuízos causados pelas divergências políticas dos últimos anos. Em revelação forte, o atual prefeito expôs que o abandono de obras feitas durante seus mandatos anteriores, como a das praças do Bosque e Mirante e do Ginásio Poliesportivo de Barra, foi proposital. Além disso, revelou que havia deixado cheques para o pagamento de fornecedores ao final de seu terceiro mandato, mas Antonio Marcos fez questão de sustá-los, em represália ao antigo mandatário.

Político experiente, Paulo Dames parece estar disposto a acabar com o ciclo de desperdícios em Casimiro, apostando num governo de integração e que dialogue com o que foi feito de bom nos anos anteriores. A população não pode ficar à mercê de um “FlaxFlu” ideológico, que não deixa a cidade crescer, já que teima em destruir o anterior para criar o novo do zero.

Comentários