Iara Machado expõe mostra fotográfica “Desabrochar para uma Nova Vida”, em Casimiro de Abreu

0
547
Exposição homenageia todas as mulheres que lutam contra o câncer de mama e do colo de útero.

Dentro da programação do “Outubro Rosa”, promovida pela Secretaria de Saúde de Casimiro de Abreu, a fotógrafa Iara Machado realizou, nesta segunda-feira (16), a abertura da exposição fotográfica “Desabrochar para uma Nova Vida”.

A mostra, que tem como símbolo uma rosa, está na Casa de Cultura “Estação Casimiro de Abreu” e ficará no espaço até sexta-feira (20). São 22 fotografias em que a fotógrafa, que também é enfermeira da Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Professor Souza, usou para abrilhantar a campanha mundial contra o câncer de mama.

Iara registrou a participação de cinco mulheres que serviram como modelo para a exposição e conseguiu captar esse momento sublime, que é um misto de reflexão e esperança. As modelos são mulheres de Casimiro de Abreu e que estão em processo de recuperação ou que já concluíram o tratamento contra o câncer.

Segundo Iara, a ideia surgiu da coordenadora de Saúde da Mulher, a enfermeira Tamiris Rosa que, entre muitas perguntas, questionou a respeito da exposição.

– Dos enfermeiros da Saúde da Família, eu sou a fotógrafa, então juntamos o útil ao agradável. Topei na hora realizar esse trabalho. Em uma reunião com outros enfermeiros, confeccionamos os convites, que foram todos nominais, a todas as pacientes. Tivemos a alegria de cinco delas aceitarem, o que já era o bastante para mostrar a importância dessa campanha, que é de nível mundial. A ideia da rosa para simbolizar a mostra fotográfica vem do outubro rosa, onde quis fazer uma ligação da figura com a vida dessas mulheres, que não passa de um “desabrochar” para uma nova vida após o tratamento – mencionou Iara.

Geralmente, o diagnóstico do câncer é enfrentado como uma sentença de morte para algumas pessoas e quem faz o tratamento e sente que pode ser curado, passa a ver a vida com outros olhos. Com esse pensamento, Iara lembra de uma paciente que, ao ser convidada para a exposição, relatou uma linda história de vida.

– Nossa intenção com a exposição é mostrar para essas mulheres que elas são verdadeiras guerreiras e, por isso, queremos expor seus exemplos de vida. Que continuem lindas assim após o tratamento, onde geralmente acontece uma mudança no cabelo ou mesmo a retirada da mama. Enfim, quis mostrar para elas que a beleza é muito mais que a beleza física, ela vem de dentro, do íntimo de cada uma, do coração. Tive o exemplo de dona Helena, que mora em Barra de São João, que teve que retirar uma das mamas por causa da doença. Quando ela completou cinco anos da cirurgia, fez algo inusitado para comemorar a sua vitória contra o câncer: ela simplesmente foi pular de asa delta e pediu ao instrutor um voo bem alto e demorado. Foi quando eu a perguntei se ela faria isso se não tivesse tido o câncer e ela disse que não. Ou seja, a lição que ela me deixou foi que, através do sofrimento, pode ficar forte, imbatível e corajosa. E o “desabrochar para uma nova vida” veio ao encontro com a realidade das nossas pacientes.

Para a diretora da Casa de Cultura Estação Casimiro de Abreu, Soraia Cardoso, a exposição fotográfica através da arte tem a finalidade de conscientizar cada visitante sobre a importância da prevenção do câncer de mama.

– Quanto mais cedo o diagnóstico for realizado, mais fácil será o tratamento e sua cura – disse.

A exposição fica até o dia 20 na Casa de Cultura Estação Casimiro de Abreu e, na segunda (23), às 15h, será aberta no Museu Casa Casimiro de Abreu, em Barra de São João, onde permanecerá até o dia 27 de outubro.

Comentários