Casal casimirense investe em artesanato para resgatar antigas brincadeiras

0
703
A artesã Patrícia Rodrigues e seu marido, Sílvio Maganinho, com seus objetos lúdicos e sua proposta educativa, com o resgate das antigas brincadeiras.

As crianças de hoje em dia já nascem “conectadas”; não faltam celulares, tablets e outros aparelhos eletrônicos à disposição dos jovens que, aos poucos, vão deixando de lado as brincadeiras antigas, tão marcantes na infância de seus pais e avós.

O casal de artesãos Patrícia Rodrigues e Silvio Alberto, no entanto, estão buscando reverter esse quadro. Presentes na Feira de Variedades Quintal do Poeta, os casimirenses apostam na confecção de brinquedos e jogos tradicionais, fabricados em tecidos.

– Estamos propondo um resgate. Fabricamos brinquedos que costumávamos usar e que hoje não mais existem. São peças lúdicas, como bonecos, bonecas, jogos antigos, tudo educativo. É uma verdadeira ode às antigas brincadeiras. O jogo “Cinco Marias” é um dos mais procurados, além do dominó e dama – afirma Patrícia.

A brincadeira, porém, não é o único intuito dos produtos do casal.

– Eles (os brinquedos) também servem como peças decorativas e a maioria vem com manual de instruções, ou seja, ensina como brincar, como antigamente. Utilizamos o feltro e o tecido, por ser um material atóxico e de fácil limpeza. Sou também professora e, conversando com meus alunos, percebi que muitos não sabem brincar sem utilizar internet ou jogos eletrônicos e foi daí que surgiu a ideia de criar peças com esse resgate.

Comentários