Artesã de Cabo Frio, Jaquelyne Sá faz sucesso com trabalho diversificado na “Quintal do Poeta”

0
193
A professora Jaquelyne da Costa Sá e sua barraca de artesanato na Feira de Variedades "Quintal do Poeta".

Neste sábado (14), aconteceu mais uma Feira de Variedades “Quintal do Poeta”, em Barra de São João. Dessa vez, a exposição começou às 10h e terminou às 20h, isso porque, já na programação do verão, as tardes mais longas oferecem também mais atrativos aos visitantes.

Cerca de 50 artesãos estiveram na área externa ao Museu “Casa de Casimiro” com os mais variados objetos decorativos. Há aqueles que, além de expor seu trabalho, têm muita história para contar. É o caso da artesã Jaquelyne da Costa Sá. A cabofriense, criada em São Pedro da Aldeia, encontrou, em Barra de São João, o lugar ideal para desenvolver seu trabalho de artesanato. Com muita criatividade e uma longa estrada percorrida, Jaquelyne viu na arte de criar objetos decorativos e utilidades, a maneira de dar continuidade ao que aprendeu com seu pai na infância.

– Na época do colegial, pensei em ser enfermeira ou bióloga, mas não segui nenhum desses caminhos. Sabia que o que eu tinha era uma referência forte do artesanato, que veio do meu pai, onde aprendi com ele tudo o que sei. Minha vinda para Barra de São João foi de tanto vir a passeio e gostar do lugar. Acabei vindo morar de vez. Hoje faço artesanato por gostar, além de ser também uma fonte extra de renda.

Jaquelyne, que também é professora de artesanato no Projeto Renovar, da Secretaria de Assistência Social de Casimiro de Abreu, conta também que ainda era muito nova quando começou a criar suas peças decorativas, o que na época já rendia dinheiro para o complemento da renda familiar.

– Foi com 12 anos que comecei a fazer artesanato. Ainda morava com a família e os trabalhos já me rendiam algum dinheiro. Mesmo trilhando outros caminhos profissionais, eu nunca deixei o artesanato. Com 24 anos, fabricando peças e objetos decorativos, que comecei a sobreviver somente dessa arte e hoje concilio a arte do artesanato com as aulas no Cras de Barra, em um trabalho voluntário. Minhas peças consistem em materiais como pintura em tecido, bordados, apliques, biscuit, decoupage, reciclagem, entre outros -destacou a artista.

A programação de verão da Feira de Variedades “Quintal do Poeta” já deve começar no final de outubro, com uma exposição a cada final de semana.

Comentários