Ministério Público pede prisão de ex-presidente da Câmara de Vereadores de Casimiro

0
596
Pezão foi preso na manhã desta quarta-feira (11). (Foto: Silva Jardim Portal)

O ex-presidente da Câmara de Vereadores do município, Alessandro Macabú Araújo, o “Pezão”, foi preso preventivamente em função de um mandado expedido pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. A ação faz parte da operação “Retorno”, contando com a mobilização do GAECO/RJ e da CSI/RJ.

A denúncia é de que Pezão teria obrigado cinco de seus funcionários de gabinete a repassarem parte de seus salários para o próprio vereador.  Segundo o MPRJ, o esquema teria começado em 2013. Os crimes, em suas tipificações, são classificados como concussão, peculato e associação criminosa.

Além de Pezão, os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pelo Ministério Público nas casas do ex-chefe de gabinete da presidência da Câmara, Jairo Macabú Soares; do ex-assessor especial da presidência, Wilson da Silva Oliveira Neto; e da sogra de Jairo, Divana Saturnino da Silva.

O Ministério Público também requereu o sequestro dos bens móveis e imóveis de todos os denunciados e o bloqueio de suas contas bancárias em valores acima de R$ 5 mil.

Comentários