“Senti que todos os barrenses estavam comigo”, afirma lutadora do UFC Talita Bernardo

0
323
Talita de Oliveira, de Barra de São João, é a mais nova contratada do UFC (Foto: Divulgação)

Em entrevista ao portal Cidade 24h, a lutadora de Barra de São João Talita Bernardo contou como foi a experiência de estrear no UFC. Aos 30 anos, a professora de educação física recebeu o convite para lutar contra a experiente norte-americana Marion, na categoria peso-galo, faltando menos de uma semana para o combate.

– Foi um desafio muito grande na minha vida, uma oportunidade importante que tive que agarrar com unhas e dentes e aproveitar, para não perder essa chance. Foi tudo muito atropelado, em cima da hora, tive pouco tempo de preparação e a viagem foi muito corrida. Chegamos sem tempo adequado para o treinamento, senti um pouco o cansaço, faltou um pouco de gás na luta, mas creio que, para as próximas, trabalhando certinho, com tempo correto de camping e treinamento, a gente possa fazer um trabalho muito melhor.

Confira outros pontos altos da entrevista:

Relação com o esporte
– Sempre tive o esporte em minha vida, sou professora de educação física formada, então esporte já é uma coisa de sangue. Nem sempre participei do MMA e das lutas. Desde a escola, era aquela aluna que participava de tudo, todos os esportes. Fiz futsal, handebol, fui profissional e campeã estadual de bodyboard, faixa preta de jiu jitsu e, por último, tenho me aventurado no MMA e tem dado certo por enquanto.

Profissionalismo nas lutas
– Nunca quis lutar, nunca quis ser profissional de MMA, tudo aconteceu de repente, com as pessoas acreditando e vendo meu potencial. Eu treinava porque gostava. Comecei ajudando outra atleta na equipe e, nessa de treinar junto, avaliaram meu potencial, eu fui atrás, confiei e deu certo.

Torcida de Barra de São João
– Essa parte eu senti sim, senti que todos os barrenses estavam comigo, muitas mensagens carinhosas, muita energia positiva, vibração, todo mundo estava ali comigo! Fiquei muito orgulhosa de Barra aparecer no mapa. Barra de São João, distrito pequeno do interior e foi narrada pelo narrador mais famoso da arte marcial na Holanda! A gente vive numa realidade tão difícil… Termos uma representante de nossa cidade sendo notícia por coisa boa é algo gratificante.

Mensagem para os futuros lutadores
– Acredite, nada é impossível. Se falassem para mim 15 dias atrás “você vai lutar UFC”, eu não acreditaria. Em uma semana, minha vida mudou. Acho que basta ter fé, correr atrás, mostrar determinação que, com certeza, os sonhos e objetivos serão alcançados.

Comentários