XXIII Festival de Crustáceos e Frutos do Mar de Casimiro de Abreu é sucesso de público

0
582

Barra de São João viveu, nesse fim de semana, de 28 a 30 de julho, toda a magia e encantamento do Festival de Crustáceos e Frutos do Mar. O distrito de Casimiro de Abreu foi palco da volta de um dos eventos mais prestigiados em toda a região e que atrai um público diversificado, que vem a procura de boa gastronomia, música de qualidade e tranquilidade.

Somente na noite de sábado, ponto alto do evento, foi registrado um público de seis mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar. Com uma mega estrutura armada na Beira-Rio, a super tenda acolheu todo o público que prestigiava a festa, além de um mini palco para a apresentação de shows mais próximo do público. Por isso, foi possível degustar os mais variados pratos sempre com um agradável som ambiente.

Foram 10 restaurantes participantes, entre eles: Barra 40 Graus; Restaurante Ferreira; Buteko do Baiano; Point do Praião; Quiosque do Daniel; Sabor Retrô; Kiosque Mix; Restaurante Nascer do Sol e O Lulão, entre barracas de doces e artesanato. Encantado com a volta do festival, o prefeito Paulo Dames registrou a alegria de poder proporcionar a todos uma festa que reúne boa gastronomia, artistas locais e a família em geral.

– Temos um grande orgulho de ter criado esse festival em 1993. Infelizmente, em outros governos anteriores, o mesmo foi deixado em segundo plano, mas agora estamos o reativando. Desde a sexta-feira que estou em Barra e vejo o sucesso que é o festival. O povo daqui é muito hospitaleiro e receptivo e quem chega se sente à vontade, principalmente pelo belíssimo cenário. A Beira-Rio tem seu encanto e magia.

Em relação ao público diversificado vindo de várias outras cidades, Paulo Dames disse que o Festival de Crustáceos e Frutos do Mar atrai pessoas de todos os lugares, não só da região, como também do país.

– Todos vêm em busca da boa gastronomia e ficam encantados. A partir de agora não iremos mais parar com o festival, independente das condições financeiras da época, iremos realiza-lo. Além de ser uma fonte de emprego e renda, o lugar se encanta e o povo recebe a todos muito com muito carinho.

Com shows variados distribuídos por 15 bandas locais, entre MPB e Rock, as opções do festival foram muitas para o público, que também puderam prestigiar uma agenda cultural com apresentações de danças e artes, além de espaço kids para a criançada.

Um dos pontos altos do domingo (30), foi a degustação de Guaiamum, 1,2 mil no total. A edição desse ano não teve competição, mas, em compensação, todos puderam experimentar a iguaria com muita fartura. Com a doação de uma lata de leite em pó, destinada a Apae de Casimiro de Abreu, foi possível a arrecadação de mais de 200 latas. Cada pessoa que ofertou o mantimento, ganhou uma mini-tábua personalizada do festival. Fechando a tarde, um show à parte aconteceu vindo do Rio São João. O maestro Celsinho encantou à todos chegando de canoa para se apresentar no tablado instalado na tenda principal, em um repertório romântico extraído do saxofone e de seu talento.

De acordo com o secretário de Turismo e Eventos de Casimiro de Abreu, Victor Varela, o festival que estava há dois anos sem acontecer, chega trazendo tudo e um pouco mais.

– O prefeito Paulo Dames e o vice Kinha entendem que a realização do evento é uma maneira de fomentarmos o turismo no município, principalmente no momento da atual economia, com muito desemprego, sendo uma forma de proporcionar empregos diretos e indiretos, além da oportunidade dos comerciantes locais ganharem uma renda extra. A festa, que já chegou a ser realizada com um valor em torno de R$ 1 milhão, foi feita com um custo reduzido, em torno de R$ 150 mil como eu já havia dito e, mesmo assim, não deixou a desejar e de ser um festival que apresenta boa música e comida. Todos estão satisfeitos por isso.

A vocalista da Banda Faixa Etária, Zel, ficou encantada com o festival e de poder proporcionar à todos um show de Rock de primeira.

– Cantei clássicos do Rock e estou adorando o evento, muito movimentado e com um ótimo público. Mesmo nossa banda sendo de Niterói, é importante por trazer e prestigiar artistas locais.

O distrito de Barra de São João reviveu momentos de alegria e descontração. A volta do festival trouxe para todos as lembranças de bons festivais. Para a subsecretária de Turismo e Eventos de Casimiro de Abreu, Luciana Dames, a festa foi mais “econômica”, mas um sucesso de público.

– Os comerciantes estão adorando e todos que estão aqui também. Estamos movimentando a economia e gerando mais de 500 empregos indiretos, além de girar a economia local. A organização está espetacular, com uma boa rotatividade de shows e apresentações.

Comentários